Seguidores

domingo, 28 de dezembro de 2014

E.B.D. NA ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA

MAIS UMA VEZ A IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA FECHOU O TRIMESTRE DA E.B.D. COMO JÁ É TRADIÇÃO, HOUVE UM SUCULENTO CAFÉ DA MANHÃ E SORTEIOS DE VALIOSOS PREMIOS. MESMO MUITA GENTE VIAJANDO ,FOI UMA BENÇÃO. PARABÉNS PARA NOSSA ESCOLA BIBLICA DOMINICAL!!


segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA EM EXPANSÃO

A IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA INAUGUROU A SUA MAIS NOVA CONGREGAÇÃO. FOI NO BATUVI QUE É UM DISTRITO DA CIDADE DE TESOURO, QUE TAMBÉM É CAMPO DE GUIRATINGA. FOI UMA FESTA MARAVILHOSA. UM LINDO TEMPLO FOI INAUGURADO. O REINO DE DEUS CRESCE, A IGREJA MARCHA FIRME E O NOME DO SENHOR SEMPRE EXALTADO.
CLICK EM MAIS INFORMAÇÕES E EM SEGUIDA CLICK NA PRIMEIRA  FOTO E VEJA TODAS AMPLIADAS.

UM TIPO DO FUTURO ANTICRISTO - LIÇÃO 12 COM SUBSIDIOS


Resultado de imagem para daniel lição 4º trimestre

Lições Bíblicas CPAD  -   Jovens e Adultos
 4º Trimestre de 2014

 Título: Integridade Moral e Espiritual — O legado do livro de Daniel para a Igreja de hoje,
Comentarista: Elienai Cabral



Lição 12: Um Tipo do futuro Anticristo
Data: 21 de Dezembro de 2014

TEXTO ÁUREO

“Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição” (2Ts 2.3).

VERDADE PRÁTICA

As conquistas ditatoriais e as atrocidades de Antíoco Epifânio dão uma noção do que será o futuro Anticristo na Grande Tribulação.

HINOS SUGERIDOS

8, 123, 191.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - Dn 7.7,8 O pequeno chifre do animal espantoso
Terça - 1Jo 2.22  O “mentiroso”
Quarta - 1Jo 2.18  O “anticristo”
Quinta - 2Ts 2.3,8 O “homem da iniquidade”
Sexta - Mt 24.15  O abominável da desolação
Sábado - 2Ts 2.8; Ap 19.20  O Anticristo será lançado no Lago de Fogo

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Daniel 11.1-3,21-23,31,36.

1 - Eu, pois, no primeiro ano de Dario, medo, levantei-me para o animar e fortalecer.
2 - E, agora, te declararei a verdade: Eis que ainda três reis estarão na Pérsia, e o quarto será cumulado de grandes riquezas mais do que todos; e, esforçando-se com as suas riquezas, agitará todos contra o reino da Grécia.
3 - Depois, se levantará um rei valente, que reinará com grande domínio e fará o que lhe aprouver.
21 - Depois, se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a dignidade real; mas ele virá caladamente e tomará o reino com engano.
22 - E, com os braços de uma inundação, serão arrancados de diante dele; e serão quebrantados, como também o príncipe do concerto.
23 - E, depois do concerto com ele, usará de engano; e subirá e será fortalecido com pouca gente.
31 - E sairão a ele uns braços, que profanarão o santuário e a fortaleza, e tirarão o contínuo sacrifício, estabelecendo a abominação desoladora.
36 - E esse rei fará conforme a sua vontade, e se levantará, e se engrandecerá sobre todo deus; e contra o Deus dos deuses falará coisas incríveis e será próspero, até que a ira se complete; porque aquilo que está determinado será feito.

INTERAÇÃO

Quando encerramos a leitura do Antigo Testamento e deparamo-nos com o primeiro livro do Novo Testamento, o Evangelho de Mateus, nós não imaginamos o lapso de tempo que representa passar de uma página a outra. Foram aproximadamente quatrocentos anos de um período considerado “o silêncio de Deus”. Entretanto, acontecimentos proféticos cumpriram-se neste período onde surgiu um personagem na história, considerado por muitos o Anticristo, mas considerado pelos principais estudiosos do Antigo Testamento, uma figura do Anticristo: Antíoco Epifânio. Um personagem importante na história bíblica e secular.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
Conhecer as predições proféticas do capítulo onze de Daniel.
Destacar o caráter perverso de Antíoco Epifânio, o imperador da Síria.
Saber que Antíoco Epifânio prefigura o Anticristo que há de vir.

domingo, 14 de dezembro de 2014

COMENTARIOS BIBLICOS - ATOS CAPITULOS 1,2,3, e 4

Capítulo 1. A Ascensão de Cristo
Teófilo, v. 1, a quem o livro é endereçado, ou dedicado, era provavelmente distinto cidadão romano, talvez da Grécia. Nada se sabe dele, a não ser que dois dos mais importantes livros do N.T. lhe foram dedicados. O “primeiro livro” é ò Evangelho de Lucas. “Começou”, -v. 1, faz supor que o que se narra nos Atos ainda são obras de Jesus.

Os Quarenta Dias, vv. 1-5. 
No decurso dos quarenta dias entre a Ressurreição de Jesus e Sua Ascensão, Jesus apareceu 10 ou 11 vezes aos Seus discípulos, segundo os relatórios nos Evangelhos, para banir para sempre das suas mentes qualquer dúvida quanto à Sua continuada existência como   Pessoa viva, Que experiência maravilhosa, durante aqueles 40 dias, ter visto Jesus com Seu próprio corpo no qual foi crucificado, corpo que ao mesmo tempo era glorificado, ter conversado com Ele, ter participado de refeições com Ele, ter tocado a Ele com sua mãos, enquanto Jesus aparecia e desaparecia, surgindo do nada através de portas fechadas. O ponto culminante foi quando, com Suas mãos erguidas a abençoar, subiu, paulatinamente, mais e mais alto, até desaparecer através das nuvens.
O primeiro livro, 1:1.0 Evangelho de Lucas, v. 3.
Teófilo, v. 1. Um oficial romano de alta patente, ver  Lc 1:3.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

COMENTARIO BIBLICO - MATEUS CAPITULO 5

O Sermão da Montanha.

É aceitado que este sermão foi pregado por Jesus Cristo num monte muito bonito olhando de cima do Mar da Galiléia não muito longe de Capernaum. Este sermão nos dá o caráter e conduta dos que são salvos pela graça de Deus. Não são coisas que o homem pode criar em si mesmo, porque é impossível que o homem perdido, morto em pecado e ofensas, depravado e inabilidade pelo pecado cria-se de novo com estas coisas no coração. É só Deus que faz isto no pecador pela sua graça e poder. Neste sermão, Jesus Cristo dá o resultado da obra regeneradora de Deus nos seus filhos escolhidos. Eles estão abençoados mesmo por Deus porque tem a salvação que vem de Deus pela graça.

As bem-aventuranças. 5:1-12.
Os pobres de espírito são aqueles que sabem que não tem nada para oferecer a Deus que pode merecer a salvação. São salvos puramente pela graça.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O HOMEM VESTIDO DE LINHO - LIÇÃO 11 COM SUBSIDIOS


Resultado de imagem para daniel lição 4º trimestre

Lições Bíblicas CPAD  Jovens e Adultos

4º Trimestre de 2014

Título: Integridade Moral e Espiritual — O legado do livro de Daniel para a Igreja de hoje
Comentarista: Elienai Cabral

Lição 11: O Homem vestido de linho
Data: 14 de Dezembro de 2014

TEXTO ÁUREO

“E levantei os meus olhos, e olhei, e vi um homem vestido de linho, e os seus lombos, cingidos com ouro fino de Ufaz” (Dn 10.5).

VERDADE PRÁTICA

Deus revela o futuro, para que o seu povo não fique amedrontado e confuso.

HINOS SUGERIDOS

77, 125, 500.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - Mt 7.8  O poder da oração constante
Terça - Sl 37.1-7  Deus responde a oração sincera
Quarta - Dn 10.4,5; Ap 1.13-17 A visão de Daniel e João
Quinta - Dn 10.13; Ef 6.10-12 Atividade no mundo espiritual
Sexta - Dn 10.12-14 Pela oração vencemos as potestades diabólicas
Sábado - Ez 37.1-14; Mt 24.32; Lc 21.29,30  Israel, a figueira brotando

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Dasiiel 10.1-6,9,10,14.

1 - No ano terceiro de Ciro, rei da Pérsia, foi revelada uma palavra a Daniel, cujo nome se chama Beltessazar; e a palavra é verdadeira e trata de uma guerra prolongada; e ele entendeu essa palavra e teve entendimento da visão.
2 - Naqueles dias, eu, Daniel, estive triste por três semanas completas.
3 - Manjar desejável não comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com unguento, até que se cumpriram as três semanas.
4 - E, no dia vinte e quatro do primeiro mês, eu estava à borda do grande rio Hidéquel;
5 - e levantei os meus olhos, e olhei, e vi um homem vestido de linho, e os seus lombos, cingidos com ouro fino de Ufaz.
6 - E o seu corpo era como turquesa, e o seu rosto parecia um relâmpago, e os seus olhos, como tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés, como cor de bronze açacalado; e a voz das suas palavras, como a voz de uma multidão.
9 - Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo a voz das suas palavras, eu caí com o meu rosto em terra, profundamente adormecido.
10 - E eis que uma mão me tocou e fez que me movesse sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos.
14 - Agora, vim para fazer-te entender o que há de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias; porque a visão é ainda para muitos dias.

INTERAÇÃO

Os anjos são seres espirituais presentes na Bíblia. Ele está envolvido com o futuro de Israel, no Antigo Testamento, e com o futuro da Igreja, em o Novo Testamento. Além disso, os anjos ministram por ordem divina e, por isso, não recebem adoração em hipótese alguma. Infelizmente, muitos têm ensinado uma falsa doutrina acerca dos anjos, dizendo que Gabriel está ali, Miguel, acolá. E Jesus? Onde fica nisso tudo? Prezado professor, você tem uma boa oportunidade, através do capítulo dez de Daniel, de desmistificar crendices que não exaltam a Deus e nem edificam vidas.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
Discorrer sobre a visão celestial de Daniel.
Explicar o significado do homem vestido de linho.
Saber que os anjos de Deus são seres espirituais ajudadores.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

COMENTARIO BIBLICO - SALMOS 145 e 146

SALMOS CAPITULO 145

Sl 145:1 Cântico de Davi. Eu te exaltarei, ó Deus, rei meu, e bendirei o teu nome pelos séculos dos séculos e para sempre.
Sl 145:2 Cada dia te bendirei, e louvarei o teu nome pelos séculos dos séculos e para sempre.
Sl 145:3 Grande é o SENHOR, e muito digno de louvor, e a sua grandeza inexcrutável.
145:1-3 0 tema do salmo é a grandeza do Senhor. 0 salmista assumiu o propósito santo e fervoroso de exaltar, bendizer e louvar seu Deus e [...] Rei tanto no presente (todos os dias) como na eternidade (para sempre). Esse cântico sem fim proclamará que Deus é grande e, portanto, mui digno de ser louvado. Também anunciará que sua grandeza é infinita.
Sl 145:4 Uma geração louvará as tuas obras à outra geração, e anunciarão as tuas proezas.
Sl 145:5 Falarei da magnificência gloriosa da tua majestade e das tuas obras maravilhosas.
Sl 145:6 E se falará da força dos teus feitos terríveis; e contarei a tua grandeza.
145.4-6 — Uma geração [...] à outra. Espera-se que a mensagem dos prodígios e da misericórdia de Deus fique conhecida em toda a terra e entre todas as gerações. As obras e os poderosos feitos do Senhor serão exaltados de uma geração [...] à outra. 0 cântico não terá fim.  0 próprio salmista meditará no glorioso esplendor da [...] majestade de Deus, revelado em seus feitos maravilhosos de livramento.
Sl 145:7 Proferirão abundantemente a memória da tua grande bondade, e cantarão a tua justiça.
145.7 — A palavra memória pode estar se referindo ao nome divino de Deus. O termo hebraico para memória é traduzido por memorial em Êxodo 3.15.  Pessoas de todo o mundo divulgarão com entusiasmo a reputação da muita bondade do Senhor. A magnitude de sua justiça será tema de cânticos jubilosos.
Sl 145:8 Piedoso e benigno é o SENHOR, sofredor e de grande misericórdia.
145.8 — Deus Se descreve como piedoso e benigno (Êx 34.6,7; Nm 14.18). Davi cita as palavras do próprio Deus para louvá-Lo por Seu caráter misericordioso (Sl 86.5,15; 111.4; 112.4).  A grandeza do Senhor abrange sua graça e clemência. Ele é grande em domínio próprio e misericórdia.
Sl 145:9 O SENHOR é bom para todos, e as suas misericórdias são sobre todas as suas obras.
Sl 145:10 Todas as tuas obras te louvarão, ó SENHOR, e os teus santos te bendirão.
145:9-10 Sua bondade se estende a todos, sem discriminação. Ele é compassivo para com todas as suas criaturas, sem exceção. Todas as suas obras lhe rendem graças, ainda que de forma inaudível. Sua própria existência manifesta a sabedoria e o poder divinos. Todos os seus santos o bendizem por suas perfeições infinitas. Todas as suas obras repete as palavras de Salmos 19.1-3. Tudo o que Deus fez possui as marcas de Sua grandeza (Sl 111.2).
Sl 145:11 Falarão da glória do teu reino, e relatarão o teu poder,
Sl 145:12 Para fazer saber aos filhos dos homens as tuas proezas e a glória da magnificência do teu reino.
Sl 145:13 O teu reino é um reino eterno; o teu domínio dura em todas as gerações.
145:11-13 0 salmista também fala da grandeza do reino de Deus. A tarefa dos justos é espalhar as obras do Senhor a todos. A ele pertence a glória e o poder. Seu povo proclama ao restante da humanidade a magnitude de seus feitos e os atributos magníficos de seu govemo. Seu reino é etemo e permanece por todas as gerações.  Como o reino de Deus é eterno, a mensagem de Suas maravilhas precisa chegar
a todas as pessoas da atualidade.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

O PRIMEIRO MILAGRE DE JESUS



 0 Primeiro Milagre de Cristo
Texto: João 2.1-11
Introdução
O milagre da transformação da água em vinho ilustra o propósito do Evangelho de João, a saber: despertar a fé na divindade de Cristo e em Cristo, como o Messias. João nos conta como este milagre o convenceu, juntamente com os demais discípulos, da natureza divina de Cristo (2.1 1), e registra o incidente para que a nossa fé também possa ser despertada e aumentada.


I - A Feliz Ocasião (Jo 2.1,2)
"E, ao terceiro dia (do incidente em 1.51), fizeram-se umas bodas em Caná da Galileia, c estava ali a mãe de Jesus. E foi também convidado Jesus e os seus discípulos (ver capítulo 1) para as bodas.” A presença do nosso Senhor no casamento sugere as seguintes lições:

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

COMENTARIO EXPOSITIVO - MATEUS CAPITULO 7

Juízo Errado e Proibido. 7:1-6.
Julgar (v.1) as vezes significa condenar. A palavra "julgar" aqui sugere a idéia de julgar severamente, injustamente, grosseiramente, cruelmente, insensivelmente, duramente, à crítica rigorosa ou de maneira de pouco amor. É este tipo de juízo que Jesus proibiu. É o tipo de juízo dos fariseus. Jesus não proibiu formar opinião acerca da conduta e doutrina dos outros baseada na verdade e santidade da Palavra de Deus (João 7:24. Mateus 7:15-20), mas sim Ele deu para nós a responsabilidade de fazer isto fielmente. Mas, Jesus falou para não fazer juízo injusto, grosseiro, não estabelecido, sem razão, e duro demais. Podemos julgar as ações das pessoas, mas não seus motivos. Estas coisas devemos deixar para Deus julgar. O perigo em julgar os outros é julgar injusta e incorretamente.
Para julgar (v.2) os outros, temos que nos julgar primeiramente com toda franqueza. Muitos estão ocupados em achar os pecados e falhas nos outros enquanto estão passando por cima dos seus pecados e infidelidades com muita negligência. Devemos nos julgar severamente, e julgar os outros suavemente. É bom também procurar as boas qualidades na vida dos outros, e não só as falhas.
O hipócrita (v. 3-5) faz exatamente o contrário; ele fica procurando a coisa mínima errada (argueiro) nos outros, e deixa na sua própria vida uma falha bem grande (trave). O hipócrita inquieta-se sobre as coisas mínimas, e nem liga com as coisas importantes mesmas (como os fariseus). Deus nos ajude nos julgar primeiro e depois os outros com amor.

Os santos (salvos) não devem julgar injustamente, nem devem ser bobos (v. 6). Cachorros e porcos eram considerados animais sujos e mal-educados pelos judeus. Aqui significam as pessoas que ficam do mesmo jeito a respeito da Palavra de Deus. Não faz bom senso para dar a Palavra de Deus para as pessoas que ficam como os cachorros e porcos a respeito de ouvir a Palavra de Deus. Porque eles já mostraram para nós que só tem desprezo e ódio para a Palavra de Deus durante algum tempo. A sabedoria de fazer isto vem de Deus e pelo conhecimento da Palavra de Deus.

AS SETENTA SEMANAS - LIÇÃO 10 COM SUBSIDIOS


Resultado de imagem para daniel lição 4º trimestre

Lições Bíblicas CPAD  -   Jovens e Adultos
 4º Trimestre de 2014

Título: Integridade Moral e Espiritual — O legado do livro de Daniel para a Igreja de hoje
Comentarista: Elienai Cabral


 Lição 10: As Setenta Semanas
Data: 07 de Dezembro de 2014

TEXTO ÁUREO

Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para extinguir a transgressão, e dar fim aos pecados, e expiar a iniquidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e ungir o Santo dos santos” (Dn 9.24).

VERDADE PRÁTICA

Deus revela os seus mistérios a quem reconhece a sua soberania e submete-se a sua vontade em amor e contrição.

HINOS SUGERIDOS

105, 483, 231.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - Mt 21.18-22  O ensino de Jesus sobre a fé
Terça - Pv 15.29; Sl 141.2  Deus está pronto a ouvir
Quarta - Pv 11.2; 29.23  Humildade e sabedoria
Quinta - Dt 9.18-29  Uma vida de oração
Sexta - Mt 13.1-2  Deus revelou os mistérios do Reino
Sábado - Dn 9.1-10  Daniel, um homem de oração

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Daniel 9.20-27.

20 - Estando eu ainda falando, e orando, e confessando o meu pecado e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica perante a face do Senhor, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus,
21 - estando eu, digo, ainda falando na oração, o varão Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio voando rapidamente e tocou-me à hora do sacrifício da tarde.
22 - E me instruiu, e falou comigo, e disse: Daniel, agora, saí para fazer-te entender o sentido.
23 - No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, porque és mui amado; toma, pois, bem sentido na palavra e entende a visão.
24 - Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para extinguir a transgressão, e dar fim aos pecados, e expiar a iniquidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e ungir o Santo dos santos.
25 - Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, sete semanas e sessenta e duas semanas; as ruas e as tranqueiras se reedificarão, mas em tempos angustiosos.
26 - E, depois das sessenta e duas semanas, será tirado o Messias e não será mais; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas assolações.
27 - E ele firmará um concerto com muitos por uma semana; e, na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador.

INTERAÇÃO

Prezado professor, na lição de hoje estudaremos as setenta semanas do livro de Daniel. Este é um assunto que deve ser estudado com muita dedicação. Depois de estudar com zelo as profecias do profeta Jeremias, Daniel compreendeu o futuro do seu povo. A profecia de Daniel começou a se cumprir a partir do decreto da restauração de Israel por ordem do rei Artaxerxes (Ne 2.1-8). Porém, a profecia ainda não se cumpriu na íntegra, pois a septuagésima semana de Daniel foi interrompida pelo Todo-Poderoso. A Igreja de Cristo não verá o cumprimento total desta profecia, pois antes que a septuagésima semana se cumpra ela já terá sido arrebatada.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
·   Conhecer que Daniel compreendeu o futuro de Israel após estudar as profecias de Jeremias.
·   Compreender as setenta semanas profetizadas no livro de Daniel.
·   Saber os propósitos da septuagésima semana.

domingo, 30 de novembro de 2014

COMENTARIO EXPOSITIVO - MATEUS CAPITULO 5

As bem-aventuranças. 5:1-12.
Os pobres de espírito são aqueles que sabem que não tem nada para oferecer a Deus que pode merecer a salvação. São salvos puramente pela graça.

Os que choram são aqueles que estão chorando por causa dos seus pecados. É o arrependimento, outra obra (graça) feita por Deus no pecador.

Os mansos são aqueles que são humilhados perante de Deus por causa do seu conhecimento de ser pecadores salvos pela graça e que Deus é santo.

Os que tem fome e sede são aqueles que tem fome e sede para conhecer e praticar a justiça de Deus na vida. É o resultado de ser convertido verdadeiramente.

Os misericordiosos são aqueles que tem uma disposição para mostrar compaixão e misericórdia para com os culpados, necessitados e sofredores. Porque? Os perdoados tem a disposição divina para perdoar.

Os limpos de coração são aqueles que tem singeleza de coração, honestidade sem hipocrisia, sem interesse egoísta e pureza que vem de dentro para fora para com Deus. Porque? Porque são novas criaturas.

Os pacificadores são aqueles que tentam fazer a paz entre as pessoas do mundo, e especialmente a paz que vem pelo conhecer Jesus Cristo, o Príncipe da Paz. Eles pregam a reconciliação por Cristo Jesus. São os embaixadores da parte de Cristo rogando o mundo para reconciliar-se com Deus por Jesus Cristo. II Cor. 5:18-21.

Os que sofrem a perseguição são aqueles que estão zombados, escarnecidos, odiados, desprezados e abusados por causa de Cristo pelo mundo. É uma honra sofrer por Cristo sabendo tudo que Ele sofreu para nos salvar dos nossos pecados!

A Influência dos Salvos no Mundo. 5:13-16.
Os salvos são como o sal da terra. Sal preserva e detém corrupção (decomposição). Os salvos são uma ação de deter a corrupção moral do mundo. Os salvos espalhados no meio do mundo estão tornando mais lento a corrupção moral do mundo. Também o sal dá sabor à comida. O mundo não é um lugar agradável morar; mas, os salvos devem fazer do mundo um lugar mais feliz (mais gostoso) onde morar. Sal também dá sede. Os salvos devem dar uma sede para as coisas de Deus no meio do mundo que está sem a água da vida. Pode salgar carne, mas não pode salgar sal! Sal que fica insípido, presta para nada. O crente (salvo) infiel também presta para nada no serviço de Deus..

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

COMENTARIO EXPOSITIVO DE MATEUS - CAPITULO 10

A Comissão dos 12 Apóstolos e Alguns Ensinos de Cristo Sobre o Ministério. 10:1-42.

1. A Comissão dos doze discípulos. 10:1-4.
Mateus não dá a seleção dos 12 Apóstolos como Marcos e Lucas (Mc. 3:13-19, Lc. 6:12-16).
A palavra apóstolo significa "alguém enviado" ou "emitido". No. v. 5 há o verbo enviar que é a forma verbal da palavra apóstolo. Jesus chamou os seus discípulos e enviou-os com o seu poder (autoridade).

Entre os 12 apóstolos tem dois Simão, dois Tiago e dois Judas. Há três pares de irmãos: Pedro e André; Tiago e João; e Tiago, filho de Alfeu, e Judas, o irmão de Tiago (Lc. 6:16).
Uma olhada abreviada de cada apóstolo. SIMÃO, CHAMADO PEDRO. Era de Betsaida da Galiléia, o nome do seu pai era Jonas (João 21:15-19), era pescador do mar da Galiléia e escreveu dois livros do Novo Testamento. ANDRÉ, IRMÃO DE PEDRO. Também pescador do mar da Galiléia, trouxe Pedro a Jesus (João 1:40-41), era um dos primeiros discípulos de Jesus (João 1:40), e era homem muito realista (João 6:6-8). TIAGO. Também era pescador (Lc. 5:10), o nome hebraico para Tiago é Jacó, filho de Zebedeu, muito amigo de Pedro e João, pediu ter o lugar exaltado entre os discípulos e o primeiro deles ser martirizado (Atos 12:2). JOÃO. Também pescador, irmão de Tiago, muito amigo de Jesus e de Tiago e Pedro, Jesus mandou-o cuidar a Sua mãe quando estava morrendo na cruz, envolvido na evangelização depois do dia de Pentecostes (Atos 3:1, Gál. 2:9), e escreveu 5 livros do Novo Testamento. FILIPE. Seu nome significa "aquele que ama cavalos", era de Betsaida (João 1:44), trouxe Natanael a Jesus (João 1:45), foi repreendido por Jesus (João 18:8-12). BARTOLOMEU. Também chamado Natanael (João 1:45-46), era de Caná da Galiléia. TOMÉ. Também chamado Dídimo (João 21:2) que significa gêmeo, zeloso por Jesus e duvidou (João 20:24-29). MATEUS. Publicano, chamado Levi, deu grande banquete para Jesus que mostrou sua condição boa financeira e escreveu um livro do Novo Testamento. TIAGO, FILHO DE ALFEU. Chamado o menor (Mc. 15:40) que significa ser mais novo, o nome da sua mãe era Maria (Mc. 16:1), e irmão de Judas. TADEU. Também chamado Lebeu e Judas (Lc.6:16, Atos 1:13). SIMÃO CANANITA. Cananita (ou Cananeu) significa ser zeloso pela lei de Deus e Zelador significa a mesma cosia, fez parte de um partido político que queria se livrar do governo romano e provavelmente terrorista contra o governo romano antes da sua conversão. JUDAS ISCARIOTES. Judas é o nome grego para o nome hebraico Judá, Iscariotes significa o homem de Queriote, ou habitante desta cidade (Queriote) da Judéia, parece que era o único entre os apóstolos que era da Judéia (e por isso arrogante), o nome do seu pai era Simão (João 6:71), foi chamado por Jesus um diabo (João 6:70), traiu Jesus e depois suicidou-se, era o primeiro tesoureiro (Joã0 12:6).

2. A Comissão Limitada deles.
10:5-15. Marcos 6:7 diz que Jesus mandou-os a dois em dois. O Evangelho era para ser pregado primeiramente aos judeus (Lc. 24:47, Atos 13:46-47, Rom. 1:16), mas Jesus avisou que isto não ia continuar assim (Mt. 8:11, 10:18, 21:43, 22:9, 24:14). Esta comissão não era válida depois da Grande Comissão que Jesus deu a sua igreja em Mateus 28:19-20 e Atos 1:8.
Jesus mandou-os anunciar que o reino dos céus está próximo. João O Batista pregou isto (Mt.3:1-2) e Jesus também (Mt. 4:17), e os setenta (Lc. 10:1). Eles foram mandados pregar aos judeus só. Observa que o reino e a igreja não são iguais, porque o reino era oferecido a Israel somente. O que Jesus os mandou fazer e também os proibiu fazer, não são as regras para nós hoje em dia. Por exemplo: pregar aos judeus só; curar os enfermos e leprosos, ressuscitar os mortos, expulsar os demônios, não possuir dinheiro no bolso nem troca de roupa e sapato. Mas, podemos aprender e aproveitar algumas lições boas dos ensinos de Cristo. A obra de Deus deve ser feita pela fé, sem egoísmo e ansiedade, podemos aceitar a ajuda do povo se oferecer e fazer a obra de Deus sem cobrar pelos serviços feitos. Se o povo nos recusar e rejeitar a Palavra de Deus, devemos ir embora e procurar outro lugar para pregar. Algumas pessoas não ouvirão os melhores pregadores. É terrível a conseqüência de rejeitar a Palavra de Deus (Mt. 10:15).

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O PRENUNCIO DO TEMPO DO FIM - LIÇÃO 9 COM SUBSIDIOS


Resultado de imagem para daniel lição 4º trimestre

Lições Bíblicas CPAD   -   Jovens e Adultos
 4º Trimestre de 2014

Título: Integridade Moral e Espiritual — O legado do livro de Daniel para a Igreja de hoje
Comentarista: Elienai Cabral


 Lição 9: O prenúncio do Tempo do Fim
Data: 30 de Novembro de 2014

TEXTO ÁUREO

E disse: Eis que te farei saber o que há de acontecer no último tempo da ira; porque ela se exercerá no determinado tempo do fim” (Dn 8.19).

VERDADE PRÁTICA

O tempo do fim não é o fim do mundo, mas o tempo de tratamento de Deus com o povo de Israel, prenunciando a vinda de Cristo.

HINOS SUGERIDOS

304, 334, 469.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - Tt 2.13
O aparecimento do grande Deus
 Terça - Dn 7.13
Cristo vindo em glória nas nuvens
 Quarta - Mc 13.26
Cristo vindo com grande poder
 Quinta - Mt 25.31,32
Jesus vindo em glória para julgar as nações
 Sexta - At 1.10,11
Os anjos afirmam que Jesus voltará
 Sábado - Mt 16.27
Jesus vindo para julgar a cada um

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Daniel 8.1,3-11.

1 - No ano terceiro do reinado do rei Belsazar, apareceu-me uma visão, a mim, Daniel, depois daquela que me apareceu no princípio.
3 - E levantei os meus olhos e vi, e eis que um carneiro estava diante do rio, o qual tinha duas pontas; e as duas pontas eram altas, mas uma era mais alta do que a outra; e a mais alta subiu por último.
4 - Vi que o carneiro dava marradas para o ocidente, e para o norte, e para o meio-dia; e nenhuns animais podiam estar diante dele, nem havia quem pudesse livrar-se da sua mão; e ele fazia conforme a sua vontade e se engrandecia.
5 - E, estando eu considerando, eis que um bode vinha do ocidente sobre toda a terra, mas sem tocar no chão; e aquele bode tinha uma ponta notável entre os olhos;
6 - dirigiu-se ao carneiro que tinha as duas pontas, ao qual eu tinha visto diante do rio; e correu contra ele com todo o ímpeto da sua força.
7 - E o vi chegar perto do carneiro, irritar-se contra ele; e feriu o carneiro e lhe quebrou as duas pontas, pois não havia força no carneiro para parar diante dele; e o lançou por terra e o pisou aos pés; não houve quem pudesse livrar o carneiro da sua mão.
8 - E o bode se engrandeceu em grande maneira; mas, estando na sua maior força, aquela grande ponta foi quebrada; e subiram no seu lugar quatro também notáveis, para os quatro ventos do céu.
9 - E de uma delas saiu uma ponta mui pequena, a qual cresceu muito para o meio-dia, e para o oriente, e para a terra formosa.
10 - E se engrandeceu até ao exército dos céus; e a alguns do exército e das estrelas deitou por terra e os pisou.
11 - E se engrandeceu até ao príncipe do exército; e por ele foi tirado o contínuo sacrifício, e o lugar do seu santuário foi lançado por terra.

INTERAÇÃO

“O tempo do fim”. Há pessoas que têm arrepios quando ouvem tal expressão. Mas esta nada tem com o fim do mundo. Todavia, parece que o tema escatológico do fim do mundo mexe com os sentimentos das pessoas. Não por acaso, a indústria cinematográfica americana tem investido bilhões de dólares acerca destes temários. No meio evangélico não é diferente, pois não poucos autores e cineastas têm assustado pessoas fazendo com que as profecias pareçam um filme de Hollywood. Quando ensinamos o oitavo capítulo do livro de Daniel, a nossa perspectiva de ensino não pode ser a do terror, mas a da esperança. Apresentando aos nossos alunos o triunfo do Reino de Deus mediante o contexto profético apresentado no capítulo em estudo.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
·   Conhecer os símbolos proféticos do carneiro e do bode.
·   Identificar a visão do chifre pequeno.
·   Compreender o período do tempo do fim.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

PANORAMA BIBLICO DE MALAQUIAS

                                                    MALAQUIAS
A Última Mensagem do A.T. a uma Nação Desobediente.

A época exata de Malaquias não é conhecida. Geralmente se admite que ele viveu perto de 100 anos depois de Ageu e Zacarias, e que esteve associado a Esdras e Neemias nas reformas que empreenderam. Sua época é fixada aproximadamente em 450-400 a.C.
Um restante voltara do cativeiro, 538 a.C. Sob a direção de Ageu e Zacarias reedificaram o Templo, 520-516 a.C. Sessenta anos depois, 458 a.C. Esdras viera de Babilônia a Jerusalém, para ajudar a reorganizar e a estabelecer a nação. 13 anos mais tarde, em 444 a.C., veio Neemias e reconstruiu os muros.

De sorte que, no tempo de Malaquias, os judeus já tinham voltado de Babilônia fazia uns 100 anos, curados, pelo cativeiro, de sua idolatria, mas inclinados a negligenciar a Casa de Deus. Os sacerdotes tinham-se tornado relaxados e degenerados. Os sacrifícios eram de qualidade inferior. Negligenciavam os dízimos. O povo voltara ao seu velho costume de misturar-se pelo casamento com os vizinhos idólatras, ver sobre Ed 9.

Assim é que os judeus, favorecidos do SENHOR acima de todas as nações, desanimados pela sua fraqueza, apegados aos seus pecados, estavam tranqüilos, num estado de letargia mental, aguardando a vinda do Messias prometido. Malaquias assegurou-lhes que o Messias viria no tempo marcado, mas isto significaria juízo para pessoas da espécie deles.

Capítulo 1. Desdém pelos Sacrifícios no Templo
Os vv. 2-3 citam-se em Rm 9:10-13, em referência à escolha que Deus fez de Jacó ao invés de Esaú, Gn 25:22-34. Malaquias emprega a linguagem com referência às duas nações que sugiram de Jacó e Esaú, os israelitas e os edomitas. Ambas foram destruídas pelos babilônios. Israel fora restaurado, mas Edom era ainda uma desolação. Prova do amor de Deus por Israel.